Como fazer: aumentar a vida útil do motor do seu carro

Poupe a carteira, a paciência e o seu carro: conheça 5 pontos fundamentais para aumentar a vida útil do motor e ter um carro para a vida.

O motor é o coração do carro e, entre a dieta e os hábitos do dia-a-dia, vai sofrendo desgaste inevitável. Desde o combustível que escolhe à forma como conduz, todos os pormenores contam para aumentar a vida útil do motor. Sabemos que manutenção de rotina, como mudanças de óleo e filtros, evita falhas mecânicas e promove a saúde do carro. Mas sabia que seus hábitos de condução também têm um efeito direto na vida útil do seu motor? Por amor ao seu carro e à carteira, passamos em revista alguns comportamentos que deve tentar obedecer.

1. Rodagem: cuidados nos primeiros quilómetros

A rodagem é a fase de desgaste inicial dos componentes do motor, de forma a que se ajustem entre si. Como é o próprio contacto entre estas peças que irá provocar desgaste, é uma fase particularmente sensível. Os carros modernos não são tão sensíveis à rodagem como os de há uns atrás, mas alguns cuidados permanecem pertinentes. Regimes muito elevados ou muito baixos são totalmente desaconselháveis, assim como reboques durantes os primeiros 5.000 quilómetros. Leia mais sobre a rodagem e outros cuidados a ter com um carro novo. 

2. Bons hábitos ao volante: condução regrada

Não é só no período de rodagem que deve manter o acelerador sob controlo. De uma forma geral, ao longo de toda a vida do seu carro, vão ser os excessos no pedal os principais responsáveis por problemas. A condução moderada, dentro do regime de rotação aconselhável para o seu caso, é essencial. O excesso de velocidade resulta em mais emissões, força os pistões a trabalhar a regimes superiores e ainda provoca maior desgaste nos travões. Saiba mais sobre vícios de condução que provocam avarias.

Como fazer: aumentar a vida útil do motor do seu carro

3. Caixa de velocidades: ligação directa ao coração do seu motor

Além da forma como trata o acelerador, os hábitos com a alavanca das mudanças provocam também impacto no seu motor. Conduza com a mudança certa para a sua velocidade e evite aqueles “saltos” característicos dos regimes demasiado baixos. Outra causa de desgaste prematuro é o uso do motor para travagem. É uma técnica segura, que permite controlar a velocidade sem aquecer os travões, mas desvia o desgaste das rodas para o próprio motor. A usar com moderação. Conheça outras formas de aumentar a vida útil da sua caixa de velocidades.

4. Cuidado com o peso: bagageira e reboques

Habitue-se a arrumar e esvaziar o porta bagagens regularmente. É fácil esquecer que podemos levar o peso de um passageiro extra na traseira. Não damos por diferenças na condução normal mas, quilómetro após quilómetro, é uma factura que se paga de diversas formas. Mais consumo, mais desgaste dos travões, mais impacto no motor. Da mesma forma, o peso de um reboque tem consequências ainda mais acentuadas. Recorde alguns conselhos sobre o uso de reboques.

5. Atenção ao calendário: revisões e substituições periódicas

De regresso à imagem do motor como um coração, os check ups fazem também parte de uma estratégia para poupar. A substituição de óleo e outros fluídos, e dos filtros é uma despesa regular que ajuda a evitar contas futuras. Esteja atento à quilometragem e troque os filtros de ar, de óleo e de combustível nos períodos designados pelo fabricante. Dedique a mesma atenção à correia de distribuição e às revisões recomendadas no manual. Saiba mais sobre o óleo que deve usar no seu carro e substituição de filtros.