Santa Bárbara Eco-Beach Resort: turismo sustentável nos Açores

Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores: turismo sustentável e ecológico nos açores, de topo!

O Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores, na Ribeira Grande, está perfeitamente integrado na envolvente e procura tirar partido da proximidade com a natureza. O empreendimento turístico foi recentemente ampliado contando agora com mais quartos e um restaurante com mais espaço.

É um produto único, diferenciador, que procura promover a ligação entre a natureza e os visitantes. Para o efeito, a gastronomia assenta em produtos regionais e endógenos para fornecer os melhores sabores diretamente da natureza.

O espaço do Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores parece querer prolongar-se pelo mar dentro, na costa norte da Ilha de São Miguel. Por perto, a lagoa do Fogo. A praia de Santa Bárbara, conhecida como a praia dos surfistas, começa logo ali, junto ao grande oceano a perder de vista. Do outro lado, um morro sobre a praia a partir de onde a vista se torna o lugar mais mágico.

A alma e o estômago

O resort fica a apenas 25 minutos de carro de Ponta Delgada. Inaugurou em 2015 e foi recentemente ampliado. Originalmente ou depois desta segunda fase, o Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores está totalmente integrado na envolvente ao ponto de parecer que sempre lá esteve.

Não é alheio a essa sensação, o facto de se terem utilizado na construção materiais endógenos, o que faz com que seja considerado um hotel ecológico. As madeiras utilizadas são provenientes das árvores mais abundantes na ilha, as criptomérias. As pedras utilizadas são rochas de origem vulcânica, a pedra de lavoura, muito utilizada na construção dos muros que dividem as propriedades e separam a estrada do campo um pouco por toda a ilha. Destaque ainda para a cortiça que reveste as villas do empreendimento.

A gastronomia é outro ex-libris do empreendimento. O restaurante tem na ementa opções para satisfazer vários tipos de visitantes. Tanto oferece um sushi confecionado ingredientes locais, como pratos tradicionais do arquipélago, incluindo um gunkan de lapas.

Um hotel maior e igualmente sustentável

No edifício principal fica a receção e o restaurante. Entre este edifício e os alojamentos fica uma piscina com camas dentro de água, onde é possível tomar o pequeno almoço. Este pode ser composto por algumas das mais deliciosas iguarias do Açores que exploramos recentemente. É o caso do bolo lêvedo das furnas ou o queijo fresco.

Depois da ampliação, o Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores passou a ter disponíveis 18 villas (T1 e T2), distribuídas por três patamares. Todas as villas têm kitchenette, sala, varanda e frente de vidro para melhor tirar partido da paisagem. As vilas podem estar viradas para um jardim com lago (Garden Villas), para o mar e a serra (Blue & Green Villas) ou distinguirem-se pelo isolamento, paisagem e jacúzi no terraço (as Retreat Villas). Existem também 12 novos estúdios, desenhados a pensar no exterior, onde o que (não) chama a atenção é a decoração minimalista.

Caldeira, Faial

O que fazer?

A proximidade da praia, que se prolonga por um quilómetro, com a sua areia negra e águas amenas, é outro ponto forte deste eco-resort. Mas, não julgue que por aqui apenas tem a opção de estender a toalha e descansar. Em primeiro lugar, pode aproveitar para fazer caminhadas na areia ou jogging na praia. Praticar ioga ao amanhecer, deliciar-se uma massagem a ouvir o som do mar ou percorrer os nossos trilhos a pé ou de bicicleta.

Se não quer descarregar a adrenalina, mas quer aproveitar para explicar aos mais pequenos os benefícios de trabalhar a terra, as opções passam por ajudar nas atividades sazonais da quinta biológica que abastece o restaurante com alguns produtos. Há também workshops de culinária para que possa dar uma nova vida aos ingredientes locais. Aproveitando as águas amenas da praia pode escolher entre as aulas de surf, bodyboard, sup, snorkeling ou simplesmente dar um passeio de kayak. Espreite ainda todas as recomendações que já deixámos aqui sobre São Miguel

Ponta Delgada

O que comer

Para comer, o restaurante Areais do Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores é de tirar o fôlego. Mais que não seja pela vista. Janelas em todo o lado permitem deslumbrar-se mais uma vez com a vista sobre o mar. A ementa combina pratos regionais, nacionais e também internacionais. O atum é uma presença habitual, servido braseado e acompanhado por batata a murro e legumes salteados. Outra opção é o polvo à lagareiro em cama de batata-doce. O peixe do dia confecionado em salina aromática, puré de batata-doce, legumes salteados e areia de azeitona preta é outra escolha vencedora. Reforçando a aposta na sustentabilidade, também o vinho tem origem na ilha. É o caso do Sauvignon Blanc – Fernão Pires da Quinta do Jardinete, de produção local.

Além dos pratos tradicionais portugueses, o sushi e o sashimi estão também presentes para agrado dos apreciadores. O Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores tem um “sushi corner” onde os “sushimen” preparam sushi e sashimi feito com peixe dos Açores. Combinando as tradições japonesa com ingredientes locais surgem alternativas improváveis como gunkan de lapas ou o gunkan de ouriço-do-mar.

Opcionalmente, os hóspedes podem escolher por fazer as suas refeições no Beach Club. Aqui o menu é mais leve, mas nem por isso menos apetitoso. Camarão frito ao piripíri, salada de polvo, sopa rica de peixe, poké de salmão ou de atum são alternativas. Mas se o seu objetivo não é ir de imediato dar uns mergulhos, pode optar por uma carvoada de carne, camarão ou mista, acompanhada com fruta e batata frita.

No bar do Santa Barbara Eco-Beach Resort Açores, a oferta inclui, e sempre acompanhado de uma vista sobre o mar e onde as crianças são bem-vindas, cocktails deliciosos, bebidas locais como o refrigerante de maracujá Kima, vinhos regionais e famosos licores locais. Os sumos de frutas naturais são imperdíveis.

Baleia - Quilometrosquecontam